shopping-mall-2605815_960_720

Vendas do Natal são as melhores nos últimos 4 anos

As vendas do comércio varejista de Belo Horizonte em dezembro apresentaram alta de 4,51% na comparação com o mesmo mês de 2016, registrando o melhor Natal dos últimos quatro anos para o comércio da Capital. O resultado, divulgado ontem pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), supera as expectativas de crescimento de 1,42% projetadas para as vendas de final de ano e é a maior alta em relação às últimas três bases de comparação.

Na comparação entre dezembro de 2014 e o mesmo mês do ano anterior, as vendas registraram aumento de 1,56%, enquanto a comparação do mesmo período de 2015 com 2014 e de 2016 com 2015 mostraram, respectivamente, quedas de 3,81% e 1,84% nas vendas.

O presidente da CDL/BH, Bruno Falci, atribui o bom desempenho principalmente a uma melhora do cenário econômico que, segundo ele, pôde ser observada gradativamente durante o ano passado. A recuperação da atividade econômica com queda da inflação e da taxa de juros somada ao aumento do rendimento real e do poder de compra do consumidor são considerados por Falci fatores determinantes no impacto positivo nas vendas.

“Esse aumento é resultado da melhoria que tem acontecido no cenário financeiro desde o início do ano e que refletiu no otimismo dos empresários e consumidores. A inflação ainda é alta, mas apresentou queda desde o início de 2017, assim como a taxa de juros. O desemprego, que estava aumentando em uma velocidade muito grande, também cedeu. Tudo isso contribuiu para um melhor ambiente, no qual a população tem mais recursos”, afirma.

O levantamento mostra ainda que, na comparação de 2017 com o ano anterior, todos os setores apresentaram crescimento nas vendas, com destaque para os supermercados, que aumentaram as vendas em 10,8% em dezembro. O setor de artigos diversos que incluem acessórios em couro, brinquedos, óticas, caça, pesca, material esportivo, material fotográfico, computadores e periféricos e artefatos de borracha, registrou aumento de 8,24% nas vendas no mesmo período, seguido pelos setores de vestuário e calçados (7,81%), drogarias e cosméticos (7,79%), papelarias e livrarias (4,23%), móveis e eletrodomésticos (2,84%), veículos e peças (2,73%), e material elétrico e construção (2,22%).

No acumulado do ano as vendas apresentaram crescimento de 0,86% entre janeiro e dezembro de 2017. Este é o primeiro aumento nesta base de comparação desde 2014, quando o avanço foi de 2,08%, seguido de quedas de 4,34% em 2015 e de 1,49% em 2016. Já em relação ao mês de novembro, o índice real de vendas registrou crescimento de 5,3%, alta relacionada por Falci ao período de Natal, no qual tradicionalmente as vendas disparam. Na mesma comparação com o mês imediatamente anterior em 2017, todos os segmentos também apresentaram resultado positivo nas vendas. “Para nós, o mês de dezembro realmente é o melhor mês, mas vale ressaltar que a economia vem se consolidando e, na comparação do mesmo período com os anos anteriores, também tivemos um crescimento”, avalia.

Expectativas – A melhora de alguns indicadores macroeconômicos como inflação, taxa de juros e número de desempregados são sinais de uma retomada do crescimento da economia do País e fazem com que as expectativas da CDL/BH para as vendas do varejo continuem otimistas.

Nesse contexto, Bruno Falci ressalta que os setores de comércio e serviços sentem os reflexos da melhora do cenário econômico e projeta resultados positivos para 2018, considerando ainda o cenário de um ano eleitoral. “Vamos passar por situações políticas que influenciam a conjuntura econômica, mas estamos confiantes na recuperação da economia. Mas, acho fundamental para o País a reforma da previdência para que não exista o risco de um avanço da inflação que pode corroer a renda do brasileiro e abafar o crescimento”, comenta.

(fonte: Diário do Comércio)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *