xxx

Prepare sua loja para abrir as portas quando chegar a hora

No momento em que as atividades presenciais do comércio retornarem na capital gaúcha, o cenário será de muitos desafios para a retomada das vendas e para a recuperação dos negócios. Além de ser preciso adotar novos hábitos para evitar a propagação do coronavírus (Covid-19) nas dependências das lojas, lojistas e funcionários deverão ter em mente que também terão que tornar o local ainda mais convidativo para o consumo dos clientes. E isso dependerá de diversos fatores: a preparação do ambiente tanto em higienização e limite de pessoas, com cuidado para a distância mínima entre elas, quanto em aparência, com a distribuição adequada dos produtos, uma boa iluminação e uma vitrine atrativa, por exemplo. E junto a tudo isso, será fundamental, ainda, praticar um atendimento diferenciado e simpático diante de todos as novas adaptações.

Sendo assim, o Sindilojas reparou algumas dicas para que os lojistas já possam ir preparando o seu negócio e instruindo suas equipes para esse momento. Confira:

Sai pra lá, coronavírus

>> Higiene redobrada!

Todos os dias, sempre antes de abrir a loja, realize a limpeza do ambiente (chão e superfícies) com água sanitária, desinfetantes ou álcool 70% ou produtos de limpeza. No caso de lojas de vestuários, calçados, entre outros segmentos que comercializam produtos em materiais ou tecidos “mancháveis”, opte pelo álcool 70% nas prateleiras e nas embalagens e pela água sanitária ou desinfetantes no chão.

Disponibilize álcool em gel 70% para funcionários e clientes durante todo o período que a loja estiver aberta.

>> Equipe em segurança

Neste momento de cuidados para evitar o contágio da Covid-19 entre pessoas, adote um modelo de escala entre os funcionários, com o intuito de reduzir o número de pessoas na loja. Por tempo indeterminado, você terá que controlar também a presença de clientes no espaço, para que a distância mínima entre cada pessoa seja de pelo menos 2 metros.

Oriente os funcionários a higienizarem as mãos com água e sabão sempre que possível.

Forneça para a sua equipe equipamentos de proteção individual (EPIs) para evitar o contágio e a transmissão da Covid-19: máscaras sempre e, se possível, capacetes com placa transparente (face shield) para cobrir o rosto e evitar a transmissão de partículas e luvas. Lembre-se de que o cuidado também deve ser tomado na hora de remover esses EPIs.

Tela de acrílico nos caixas também é uma boa opção para proteger as pessoas de contaminação na hora do pagamento ou da troca de produtos.

>> Provar apenas depois de comprar

Com o intuito de evitar que seus clientes experimentem os produtos antes de efetuarem a compra, já que este pode ser um momento de maior contato com algo contaminado, que tal estender o prazo de troca? Assim, a pessoa paga, leva a compra para casa, experimenta e garante a sua segurança e das demais pessoas que poderiam querer o mesmo produto na loja.

>> Troca estendida

Se ela resolver trocar, separe um espaço exclusivo para armazenar os produtos de troca. Pode ser uma caixa ou uma arara, por exemplo, identificada como “trocas”. Assim, sua equipe saberá que os produtos ali depositados serão higienizados em algum momento, antes de retornar para seus devidos lugares de exposição.

Para voltar com tudo nos “trinques”

>> Produtos em destaque

Para que os clientes encontrem facilmente os produtos, opte pela exposição em prateleiras com boa iluminação, por mais que a sua loja tenha um clima de luz mais baixa.

Se disponibilizar roupas em araras, deixe disponível poucas unidades por modelo e reponha assim que vender. Evite araras superlotadas, pois roupas espremidas facilitam a possibilidade de queda e contaminação das peças.

Para preparar a vitrine, trace objetivos e use a criatividade! Faça combinações a partir de uma paleta de coresalterne a altura dos produtos expostos, use técnicas de visual merchandising. É possível encontrar dicas valiosas no site do Sindilojas Porto Alegre. Aproveite!

>> Ofereça ajuda

Instruir os clientes a perguntarem se o modelo desejado está disponível no tamanho que ele quer antes de pegar o produto pode ser uma boa atitude neste momento. Certamente, todos irão entender o motivo. Mas, lembre-se que deixá-lo à vontade para olhar e não ser insistente é a melhor forma de agradá-lo.

>> Aposte nas redes sociais

Não é porque as lojas estão abertas que você pode esquecer de dar atenção aos clientes nas redes sociais. Vender online é uma tendência que veio para ficar, portanto, atualize seu site e redes sociais da marca com fotos atrativas e responda sempre às dúvidas e comentários de forma esclarecedora e educada.

Se você ainda não conhece o WhatsApp Business, está na hora de pesquisar sobre essa ferramenta. Aproveite todas as vantagens que o WhatsApp Business possui como listas de envio, mensagens prontas e atal

(fonte: https://www.sindilojaspoa.com.br/imprensa/noticias/prepare-sua-loja-para-abrir-as-portas-quando-chegar-a-hora )

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *