maret

Mercado Livre investe pesado em logística para entregar mais rápido

Mercado Livre anunciou que irá ampliar sua capacidade de logística e distribuição em até quatro vezes até o primeiro trimestre do ano que vem. Melhorar a logística e o prazo de entrega são alguns dos maiores desafios para o comércio eletrônico, além da dependência dos Correios.

A empresa irá construir um novo centro de distribuição e quatro centros de cross docking, que preparam a mercadoria para envio. A expansão faz parte do investimento divulgado de 2 bilhões de reais no Brasil.

“A logística é o próximo grande passo do comércio eletrônico”, afirma Leandro Bassoi, diretor de Mercado Envios. Segundo ele, muitas pessoas ainda vão a uma loja a comprar porque não podem esperar pela entrega. “Mas isso deve mudar em breve”, diz.

A empresa, presente em 18 países na América Latina, movimentou quase 12 bilhões de dólares em vendas no ano passado. São mais de 12 milhões de vendedores e 247 milhões de compradores. No Brasil, a receita da operação foi de 831,4 milhões de dólares em 2017, ou mais de 2,6 bilhões de reais.

Com 111 mil m², o novo Centro de Distribuição será localizado em Cajamar e destinado à operação de Fulfillment, em que o Mercado Livre gerencia todas as etapas da logística para o vendedor, como coleta, armazenamento, embalagem e entrega.

A empresa ainda tem um centro de distribuição em Louveira, cuja estrutura já passou de 17 mil m² para 51 mil m² e que agora passará por nova expansão, triplicando o espaço ocupado até o final deste ano. Todos os novos espaços devem empregar mais de 3,5 mil pessoas até o final de 2019. Os novos centros são localizados em São Paulo, já que o estado concentra a maior parte dos compradores e vendedores no Brasil.

(fonte: Mercado Livre)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *