menu-restaurant-vintage-table

Kalil deve anunciar novidades na flexibilização nesta sexta; indicadores estão em queda

O prefeito Alexandre Kalil deverá anunciar, nesta sexta-feira (11), novidades em relação à flexibilização do comércio em Belo Horizonte. A administração municipal convocou a imprensa para uma coletiva às 14h, na sede da prefeitura, mas não adiantou qual será o assunto abordado.

A expectativa dos comerciantes é a ampliação de funcionamento para os sábados, dia considerado forte para as vendas, especialmente nos shoppings.

Após um momento crítico entre o fim de julho e o início de agosto, quando Belo Horizonte registrou grande número de casos confirmados de Covid-19, internações e mortes pela doença, a cidade tem atualmente uma tendência de normalização nos números referentes à epidemia.

Embora a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid se mantenha no nível de alerta – 52,2%, segundo boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (10) –, os outros dois indicadores de monitoramento da epidemia estão caindo gradualmente.

Entre os leitos de enfermaria reservados a pacientes com novo coronavírus, 45% estão ocupados. Já o número médio de transmissão por infectado caiu de 0,96 para 0,95 – isso quer dizer que 100 infectados transmitem o vírus, em média, para 95 pessoas na cidade. Confira:

indicadores 10/9

Número de casos

Belo Horizonte registrou 36.848 casos confirmados da doença desde março, sendo que 2.572 deles se referem a pacientes ainda em acompanhamento (internação ou isolamento domiciliar). A cidade também contabiliza 1.096 mortes, 17 a mais do que no dia anterior. Entre os moradores da capital que perderam a vida por causa da Covid, 19,1% tinham idade inferior a 60 anos.

Flexibilização

Em agosto, com a queda nos indicadores de monitoramento da Covid, a flexibilização foi bastante ampliada em Belo Horizonte. Grades foram retiradas das principais praças no dia 21 e alguns parques foram reabertos no dia 29 (para quem agendasse previamente). Clínicas de estética e academias puderam retomar atividades no dia 31, enquanto os bares puderam voltar no dia 4 de setembro.

Mas Kalil já deixou claro em diversos momentos que o processo de flexibilização depende do nível dos indicadores de monitoramento e que a população precisa fazer a sua parte, cumprindo as regras de prevenção à Covid: distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos.

(fonte: https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/kalil-deve-anunciar-novidades-na-flexibiliza%C3%A7%C3%A3o-nesta-sexta-indicadores-est%C3%A3o-em-queda-1.803273 )

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *