mercado-varejo-dicas

Inadimplência das empresas sobe 12% em junho, dizem SPC e CNDL

A inadimplência entre as empresas aumentou 12,3% em junho na comparação com o mesmo mês de 2015, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (25) pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). No entanto, as instituições destacam que o indicador vem crescendo com menos força. Na comparação com maio, a inadimplência caiu 0,71%.

“Nos últimos meses, tanto o número de empresas devedoras quanto o de pendências ligadas a estas empresas seguem em crescimento moderado, já que ambos os indicadores vêm mostrando desaceleração desde março de 2016. Apesar disso, as taxas de crescimento da inadimplência de pessoas jurídicas continuam sendo expressivas, o que reflete as dificuldades econômicas enfrentadas no país”, afirmou em nota o presidente da CNDL, Honório Pinheiro.

“A economia brasileira deteriorou-se rapidamente, o que impactou a renda das famílias e o faturamento das empresas. A alta da inadimplência observada entre as empresas é um duro reflexo desse cenário, que limita o crédito e engessa o crescimento dos negócios”, disse a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Pagamentos atrasados
Segundo a pesquisa, o setor credor de serviços, que inclui os bancos e financeiras, lidera a participação no total de dívidas em atraso das empresas, concentrando mais da metade das dívidas. O segundo maior credor em todas as regiões analisadas é o setor de Comércio.

Os dados se referem a quatro regiões pesquisadas – Centro-Oeste, Norte, Nordeste e Sul. A região Sudeste não foi considerada devido à Lei Estadual nº 15.659 que vigora no estado de São Paulo e dificulta a negativação de pessoas físicas e jurídicas no estado.

(G1)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *