vendas

Estratégias para serviços venderem mais na pandemia

Enquanto alguns setores têm perdas na procura e no faturamento, outros vivem um momento de alta repentina por causa da Covid-19. Destaca-se aí a indústria de serviços digitais.

Soluções virtuais têm ajudado o mundo em quarentena a continuar produzindo, a se conectar, a se desenvolver e até a se divertir. Não é de se estranhar, então, o aumento na procura por aplicativos, plataformas on-line e ferramentas na internet mesmo com o resto do mercado em retração.

No entanto, a busca do público não é somente maior, é também mais criteriosa. Isso implica um aumento na concorrência entre empresas. Pensando nisso, trazemos a seguir dicas de estratégias para serviços digitais se destacarem e venderem mais. Confira.

O impacto do coronavírus na procura por soluções digitais

É claro, o crescimento não tem acontecido de maneira uniforme entre as empresas do setor. Muitas soluções digitais B2B, aliás, foram afetadas negativamente pela pandemia. Com a queda do faturamento dos clientes, manter o serviço tornou-se mais difícil, o que levou a cancelamentos.

Como indicador básico, quanto maior o impacto do novo coronavírus sobre o setor que a empresa atende, mais delicada é a situação dela neste momento. Por exemplo, uma startup com soluções para o setor hoteleiro precisará de uma resposta diferente à crise que uma startup com soluções para e-commerce ou saúde.

Já as soluções digitais focadas no consumidor final vivem um cenário mais favorável, como diversos exemplos revelam.

  • Cerca de 1 em cada 5 internautas brasileiros (18%) fizeram algum curso on-line nesse período.
  • Inscrições em serviços de streaming de vídeo cresceram na casa dos 30% nas semanas de março.
  • Aulas de ioga on-line tiveram 811% de aumento na procura durante a pandemia de Covid-19.
  • Na Europa, as fintechs (empresas de tecnologia do mercado financeiro, como a Nubank no Brasil) tiveram alta de 72%.
  • O aplicativo de videoconferências Zoom teve um aumento de 1330% nos downloads, entre diversas ferramentas digitais que ganharam maior popularidade com o distanciamento social.

As melhores estratégias para serviços digitais diante do novo coronavírus dependerão do contexto da empresa. Acompanhe as dicas abaixo e veja quais se encaixam no seu caso.

Estratégias de negócio para serviços digitais

Condições especiais para enfrentar a crise

Este é o momento de as empresas fazerem valer a afirmação de que colocam o cliente em primeiro lugar. Muitas delas passaram a oferecer ferramentas gratuitas, freemium (grátis, mas com recursos limitados) ou com descontos expressivos para ajudar o público-alvo a equilibrar as finanças. Vale considerar essa opção, se seu negócio permitir isso, como a Go Daddy que ofereceu a criação gratuita de sites para estimular seu serviço de hospedagem.

Neste momento, os próprios consumidores esperam que as marcas foquem mais em soluções frente à pandemia que em crescimento. Essa postura serve não só para conquistar novos usuários, mas também para manter e fidelizar os atuais. Eles vão agradecer seu empenho.

Implementação ágil de soluções

O cenário atual trouxe uma série de novas tendências de interesse e de consumo. Ficar de olho nessas mudanças é importante para oferecer soluções relevantes para o consumidor.

Por exemplo, uma plataforma de cursos virtuais pode investir em conteúdos no estilo “faça você mesmo”, já que são temas em alta neste período.

Clubes de assinatura de entregas

Clubes de assinatura tiveram um crescimento de 24% entre março e abril de 2020, indicam dados da Vindi. Aproveitando esse embalo, sua empresa pode casar o serviço digital com um serviço de entrega mensal complementar para o consumidor final.

Digamos que você tenha um aplicativo de receitas. Então, que tal oferecer a entrega de itens de alimentação para as pessoas praticarem o que aprenderam?

Leia também: Coronavírus e o novo comportamento do consumidor digital

Programa de indicação

O consumidor satisfeito é um dos melhores vendedores que sua empresa pode ter. Sua empresa pode também incentivar essas recomendações criando um programa de indicação: ao trazer um novo usuário ou uma nova conta para o negócio, ele ganha algum benefício, como descontos ou ferramentas extras.

Gamificação

Para ajudar na retenção de clientes e na conversão de usuários grátis ou freemium em vendas, a gamificação é outra estratégia para serviços digitais a ser considerada. Ela incentiva o indivíduo a interagir cada vez mais com a interface por meio de um sistema de recompensas progressivas. Quanto mais ele usa, mais aproveita.

Parcerias

Juntos somos mais fortes, inclusive comercialmente.

Este é um bom momento para procurar parcerias de negócios com empresas que ofereçam serviços digitais complementares ao seus. É possível fazer assim vendas casadas e agregar valor às ofertas de ambas.

Independentemente da estratégia adotada, é fundamental considerar que cenário gerado pelo novo coronavírus vai acelerar a transformação digital. Os serviços on-line serão uma realidade cada vez mais presente, seja no mercado de trabalho, seja na vida pessoal. Os esforços feitos hoje para conquistar ou manter clientes se refletirão no posicionamento do seu negócio diante desse “novo normal”.

(fonte: https://negociossc.com.br/blog/estrategias-para-servicos-digitais-venderem-mais-na-pandemia/?utm_campaign=news_3_maio_-_clientes_potenciais_e_agencias&utm_medium=email&utm_source=RD+Station )

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *