pexels-photo-994517

Especialista prevê mudanças no mercado

O mercado como conhecíamos antes do período pré-pandêmico não existe mais e as empresas e profissionais que estão se preparando durante o período de isolamento social, causado pelo novo coronavírus (Covid-19), certamente, terão vantagens na retomada total das atividades econômicas.

A avaliação é do consultor e palestrante João Vidal, que participou no dia 24 passado, de live organizada pela equipe de Comunicação e Marketing do Centro de Integração Empresa-Escola de Minas Gerais (CIEE/MG).

O especialista, que atua nas áreas de consultoria de gerenciamento, de marketing, negócios, treinamento, negociação, desenvolvimento de liderança, desenvolvimento de equipes, live coaching e coaching executivo considera que o momento é de voltar a nossa atenção ao emocional das pessoas.

Com mais de 30 anos de vivência prática em vendas, nos últimos anos vem atuando nos bastidores preparando estratégias para vendas. Em relação ao cenário atual, João Vidal remonta no início do século passado.

“Ninguém no mundo vivenciou uma situação como esta, já que a última pandemia global de graves consequências ocorreu em 1918. Estamos aprendendo a lidar com um problema que nos pegou de surpresa. Daqui a alguns meses, o joio e o trigo serão separados, aqueles que se abateram com a situação terão muitas dificuldades, mas as pessoas que enfrentaram o problema sairão mais fortalecidas”.

João Vidal observa ainda que o mundo passou, no século passado, por duas grandes guerras mundiais, mas que ocorreu longe do Brasil. Apesar do impacto psicológico, a vida aqui seguiu seu curso normal. “Hoje temos uma guerra silenciosa que amedronta as pessoas e literalmente parou o mundo. As pessoas não sabem o que fazer”.

Segundo ele, neste momento as pessoas se perguntam: o que vou fazer? “Existem aqueles empresários que geram empregos, aqueles que trabalham mais e os líderes de equipe, que estão procurando soluções para o problema. Se não estamos produzindo, as pessoas se perguntam o que fazer para que a gente e as empresas continuem de pé”.

Tem mais um detalhe, acrescenta João Vidal, as despesas fixas como o aluguel, a luz, água e impostos podem ser negociados, mas não cancelados. Além disso, vem aquela enxurrada de informação sobre quantas pessoas morreram, quanto a se contaminaram e quantos se recuperaram do Covid-19.

Conceitos – Segundo João Vidal, é necessário rever nossos conceitos e seguir em frente. “Precisamos conduzir nossas empresas e as negociações de vendas. Dou assessoria para empresas e mentoria de carreira para alguns profissionais e eles sempre me perguntam: João, o que faço para vender se está tudo fechado? Eu digo a eles que este momento é o de não focar diretamente nas vendas, mas sim em estratégia. Temos que fazer autoanálise e pensar onde queremos chegar. Não adianta falar que tem que vender. Pela primeira vez estou falando isso para meus clientes. Temos agora que nos preocupar com o ser humano, cuidar das emoções e do intelecto. Antes de existir produtos e serviços, existem pessoas. Se eu cuido de mim, estou apto para compreender minha equipe e a empresa e, assim, estou preparado para cuidar dos meus clientes, por que eles também estão com medo. Antes de pensar em números, temos que pensar no emocional de cada pessoa”.

Conforme João Vidal, neste momento a empresa que tem o histórico de sua clientela pode, com essas informações, trabalhar no bem-estar dela “Não é ligar para vender, a estratégia e tocar o coração do cliente, devemos fazer contatos para desejar um bom dia e uma excelente semana e agradecer pela parceria”.

O que deve ocorrer quando o mercado abrir completamente é que a guerra de prazo e preços continuará, mas agora o momento é de solidariedade.

“Daqui alguns dias quando seu cliente abrir o estabelecimento, outros concorrentes também vão entrar em ação para tentar fecha negócio. Mas, se durante o período de crise a concorrência não ligou para ele ou ligou para oferecer produtos e serviços, e você optou por hipotecar solidariedade, de quem o cliente vai lembrar com carinho quando retomar os negócios?”

Presencial – De acordo com o especialista, neste momento em que o contato presencial é quase impossível, os negócios poderão ser alavancados por meio de outras ferramentas de contatos como e-mail, telefone e WattsApp. Mas o caminho continua no trabalho da questão do emocional e mostrar que você está preocupado com o cliente.

“Sempre que estiver algo novo, mantenha-o informado. Pergunte como está operando a sua empresa e como pode lhe ajudar”.

Para João Vidal, com certeza, todos nós sairemos mais fortalecidos desta crise. Estamos aprendendo a lidar com as emoções, família, dinheiro e fazer mais com menos. Hoje tem muita gente sofrendo com a dor que não é delas, por exemplo, você está preocupado com o Covid-19 sim, mas está fazendo a sua parte. Por outro lado, não adianta ficar desesperado esperando que alguém descubra uma vacina. Ora esse problema não é nosso, quando elimino da mente essa preocupação, posso focar mais nas minhas necessidades”.

O mercado, de acordo o João Vidal, vai continuar existindo, porém do ponto de vista operacional, sofrerá grandes alterações. O comércio varejista sempre foi conhecido por manter a loja aberta à espera do cliente. Isso também vai mudar devido à expansão do e-commerce e da participação maior de afiliados, ou seja, aquelas pessoas que necessariamente não é funcionário, mas trabalha como parceiro da empresa nas vendas.

“O mundo mudou e nossos pensamentos e valores também. Hoje o foco é no que eu posso fazer para inovar. A máxima do mundo antigo era esmagar a concorrência; o de hoje é trabalharmos mais a questão emocional e a humana. Antes de pensar em números é bom colocar a ética e Deus em primeiro lugar”, enfatizou João Vidal .

O projeto de lives do CIEE/MG é organizado pela Secretaria de Comunicação e Marketing da instituição, sob a supervisão de Alexandre Cézar de Oliveira Melo, tendo a social media Ana Carolina Oliveira como mediadora. Fernando Beiral e Márcio Panzera estão envolvidos na produção das mesmas.

A divulgação da agenda das lives está disponível no site e também no Instagram @ciee.mg. A equipe da Secretaria de Comunicação promete que outros assuntos serão pautados no projeto, com foco nos interesses de estudantes, estagiários, aprendizes, empresários e educadores.

(fontes: https://diariodocomercio.com.br/negocios/especialista-preve-mudancas-no-mercado/ )

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *