menu-restaurant-vintage-table

Coronavírus: Kalil anuncia que BH não avança no processo de reabertura

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou em coletiva nesta sexta-feira (19) que Belo Horizonte não vai avançar no processo de flexibilização do comércio em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), tampouco retroceder em meio à expansão no número de casos, mortes e ocupações dos leitos hospitalares.

“A notícia que todos querem de início é que nós continuaremos como estamos. Não haverá fechamento. Não haverá abertura. Isso porque o nosso protocolo, feito solidariamente em 18 de abril, é que guia nossos secretários envolvidos na Covid-19”, afirmou.

Ainda durante sua fala, o prefeito afirmou que gostaria de um cenário diferente, mas que se mostra impossível atualmente, e ainda citou o governo de Romeu Zema (Novo) que agora tem mudado o tom com relação à pandemia.

“Hoje gostaria de trazer uma coisa diferente e serena. Quando fechamos a cidade, sofremos duras críticas, inclusive do governo do Estado. O próprio secretário geral (Mateus Simões), que está falando em lockdown, disse, em alto e bom som “que não entendia porque tanta pressa”. Talvez agora ele entenda porque tanta pressa. E que agora não venha, como se diz no jargão popular, ensinar o padre nosso ao vigário. Nós dissemos isso em 18 de março”, relembrou.

Sobre o que vem pela frente, o prefeito ressaltou que ainda existe a possibilidade de lockdown, caso a população não faça sua parte.

“Gostaria de dizer à população de BH que isso daqui não quer dizer que na próxima sexta não fechemos a cidade inteira. Se as máscaras continuarem no queixo, os churrascos continuarem acontecendo, nós, aqui, não temos o menor problema de fechar a cidade,” garantiu.

(fonte: O Tempo)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *