Inova Varejo em breve no You Tube

O Sindicato dos Lojistas do Comércio de Belo Horizonte – SINDILOJAS-BH, promoveu nos próximos dias 26 e 27 de agosto, o evento “Sustentabilidade Sindical” e “Inova Varejo”, onde foram debatidos e apresentados temas importantes, como o consumo na sociedade pós pandemia, transformação dos meios de pagamento, o papel do varejo na estrutura financeira atual, dentre outros. 

O evento aconteceu no Hotel Mercure e reuniu vários sindicatos e empresários do Brasil, contou com palestrantes renomados, dentre eles, o advogado constitucionalista, Dr. Cláudio Souza Neto, de Brasília, que está à frente de procedimento judicial junto ao Supremo Tribunal Federal, representando sindicatos do varejo do comércio, onde se discute a substituição do IGP-M, utilizado como índice de reajuste nos contratos de alugueis, e que se tem apresentado excessivamente alto.

Esteve presente, ainda, o Presidente Nacional do Sebrae, senhor Carlos Melles, que tem levado à frente a defesa das micro e pequenas empresas, e colocando o Sebrae como patrocinador e parceiro fiel e à disposição das Entidades Sindicais representativas, em todos os assuntos e interesses que venham em benefício do crescimento do setor empresarial.

O evento se constituiu como um novo marco inicial, e mobilizará as entidades representativas do segmento comercial do Brasil, visando fomentar a retomada imediata das atividades e o crescimento econômico da economia brasileira.

AGUARDEM EM BREVE DISPONIBILIZAREMOS NO YOUTUBE TODO EVENTO

PARA CONFERIR AS FOTOS DO EVENTO: CLIQUE AQUI

Inova Varejo_26-08-2021_Foto Paulo Marcio-220 Inova Varejo_26-08-2021_Foto Paulo Marcio-1 Inova Varejo_26-08-2021_Foto Paulo Marcio-23

Inova Varejo_26-08-2021_Foto Paulo Marcio-50 Inova Varejo_26-08-2021_Foto Paulo Marcio-74 Inova Varejo_26-08-2021_Foto Paulo Marcio-147

 

 

Funcionamento do comércio lojista no feriado de 7 de Setembro de 2021

O SINDICATO DOS LOJISTAS DO COMÉRCIO DE BELO HORIZONTE E REGIÃO – SINDILOJAS BH, e o SINDICATO DOS EMPREGADOS DO COMÉRCIO DE BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA – SECBHRM, informam que o comércio lojista poderá convocar seus empregados para trabalhar no feriado de 7 de setembro de 2021, terça-feira, nas seguintes cidades: Belo Horizonte; Caeté; Lagoa Santa; Nova Lima; Pedro Leopoldo; Raposos; Ribeirão das Neves; Rio Acima; Sabará; Vespasiano.

Conforme previsto em Convenção Coletiva de Trabalho, a jornada de trabalho dos comerciários neste feriado em shopping center será de 6 horas, com 15 minutos de intervalo. Para os demais empregados, a jornada será de 8 horas, com uma hora de intervalo.

Apesar do Decreto Municipal 17.693, de 20/08/2021, permitir o funcionamento do comércio sem restrições em Belo Horizonte, para o feriado de 7 de setembro de 2021 a CCT (Cláusula 33ª) estabelece a jornada de trabalho dos comerciários em Shopping Center nos seguintes horários:
– Shopping Center em Belo Horizonte: de 14:00 hs (quatorze horas) até às 20:00 hs (vinte horas).
– No Shopping Cidade, Shopping Norte e no Anchieta Garden Shopping: de 10:00 hs (dez horas) até às 16:00 hs (dezesseis horas).

Nas demais cidades, a jornada de trabalho em Shopping Centers será de 14:00 hs (quatorze horas) até às 20:00 hs (vinte horas) – vide Cláusula 5ª. Entretanto, recomenda-se consultar a Prefeitura sobre os horários de funcionamento do comércio em cada localidade.

O trabalho neste feriado somente será permitido para as empresas do comércio que estiverem em dia com a Taxa de Convenção Coletiva dos dois últimos anos, devida ao SINDILOJAS BH, e de posse do Certificado de Regular idade (Cláusula 45ª da CCT).

O Certificado de Regularidade deve ser obtido junto ao SINDILOJAS BH através dos telefones (31) 98883.0199 ou e-mail qualidade@sindilojassbh.com.br.

SINDICATO DOS LOJISTAS DO COMÉRCIO DE BELO HORIZONTE – SINDILOJAS-BH

SINDICATO DOS EMPREGADOS DO COMÉRCIO DE BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA – SEC BHRM

PBH acaba com restrição de horário para comércio

A Prefeitura de Belo Horizonte anunciou ontem nova flexibilização das medidas de restrição por conta da pandemia de Covid-19.

Desde o ultimo sábado (21), o comércio da Capita PBH acaba com restrição de horário para comérciol poderá funcionar diariamente e sem restrição de horários.

Além disso, foi permitido aos bares e restaurantes a transmissão de jogos, mas o funcionamento continua permitido até às 23h, o que não agradou o setor.

As novas regras foram publicadas no Diário Oficial do Município do último sábado.

O Decreto também amplia o funcionamento das academias, que poderão abrir também aos domingos, bem como as salas de cinema aumentarão sua capacidade de 50% para 60%.

Confira como ficará o funcionamento das atividades econômicas em Belo Horizonte a partir deste sábado:

Fase de controle – permanecem abertos

Informações sobre protocolos de vigilância sanitária disponíveis no Portal da PBH.

Atividade

Faixa de horário de funcionamento

Padarias e lanchonetes (permitido o consumo no local) Diariamente, entre 5h e 22h

 

Para o consumo de bebidas alcoólicas no local, devem-se observar as restrições dos demais serviços de alimentação

Comércio varejista de laticínios e frios Diariamente, sem restrição de horário
Açougue e Peixaria Diariamente, sem restrição de horário
Hortifrutigranjeiros Diariamente, sem restrição de horário
Minimercados, mercearias e armazéns Diariamente, sem restrição de horário
Supermercados e hipermercados Diariamente, sem restrição de horário
Comércio varejista de mercadorias em lojas de conveniência ou similares Diariamente, entre 7h e 22h
Artigos farmacêuticos Diariamente, sem restrição de horário
Artigos farmacêuticos, com manipulação de fórmula Diariamente, sem restrição de horário
Comércio varejista de artigos de óptica Diariamente, sem restrição de horário
Artigos médicos e ortopédicos Diariamente, sem restrição de horário
Tintas, solventes e materiais para pintura Diariamente, sem restrição de horário
Material elétrico e hidráulico, vidros e ferragens Diariamente, sem restrição de horário
Madeireira Diariamente, sem restrição de horário
Material de construção em geral Diariamente, sem restrição de horário
Combustíveis para veículos automotores Diariamente, sem restrição de horário
Peças e acessórios para veículos automotores Diariamente, sem restrição de horário
Comércio varejista de gás liquefeito de petróleo (GLP) Diariamente, sem restrição de horário
Comércio atacadista da cadeia de atividades do comércio varejista da fase de controle Diariamente, sem restrição de horário

 

Agências bancárias: instituições de crédito, seguro, capitalização, comércio e administração de valores imobiliários Diariamente, sem restrição de horário
Casas lotéricas Diariamente, sem restrição de horário
Agência de correio e telégrafo Diariamente, sem restrição de horário
Comércio de medicamentos, artigos e alimentos para animais de estimação Diariamente, sem restrição de horário
Atividades de serviços e serviços de uso coletivo, exceto os especificados no art. 2º do Decreto nº 17.328, de 8 de abril de 2020 Diariamente, sem restrição de horário
Atividades industriais Diariamente, sem restrição de horário
Banca de jornais e revistas Diariamente, sem restrição de horário
Restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos congêneres no interior de hotéis, pousadas e similares, para atendimento exclusivo aos hóspedes, nos termos do art. 4º do Decreto nº 17.328, de 2020 Diariamente, sem restrição de horário
Atividades autorizadas neste anexo em funcionamento no interior de shopping center, galerias de loja e centros de comércio  

Diariamente, sem restrição de horário

Nos estabelecimentos que possuem estacionamento internalizado é permitida a retirada no formato drive-thru Diariamente, sem restrição de horário
Celebração presencial de cultos, missas e demais atividades de caráter coletivo Diariamente, sem restrição de horário
Utilização de praças, pistas de caminhada ou de corrida e outros locais públicos para a prática de atividades de esporte e lazer coletivas ou individuais Diariamente, sem restrição de horário

 

Atividades e horários

Informações sobre protocolos de vigilância sanitária disponíveis no Portal da PBH

Atividade

Faixa de horário de funcionamento

Comércio varejista não contemplado na fase de controle Diariamente, sem restrição de horário
Comércio atacadista da cadeia de atividades do comércio varejista autorizada a funcionar, exceto comércio atacadista de recicláveis Diariamente, sem restrição de horário
Cabeleireiros, manicures e pedicures Diariamente, sem restrição de horário
Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza: clínicas de estética Diariamente, sem restrição de horário
Atividades autorizadas em funcionamento no interior de galerias de lojas e centros de comércio Diariamente, sem restrição de horário
Atividades autorizadas em funcionamento no interior de shopping centers Diariamente, sem restrição de horário
Atividades no formato drive-in Diariamente, sem restrição de horário
Atividades de condicionamento físico: academia, centro de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico, inclusive no interior de galerias de lojas, centros de comércio e shopping centers Diariamente, sem restrição de horário
Serviços de alimentação, para consumo no local: restaurantes, cantinas, sorveterias, bares e similares, inclusive aqueles no interior de galerias de lojas, centros de comércio, shopping centers e clubes de serviço, de lazer, sociais e esportivos Diariamente, entre 11h e 23h

A retirada no local é permitida até às 22h

Não há restrição de horário para a entrega em domicílio

Comércio de alimentos em veículo automotor e em veículo de tração humana Diariamente, entre 11h e 21h
Atividades presenciais em escola para ensino de esportes, música, arte e cultura; escola de idiomas; cursos diversos e centros de treinamento; centro de formação de condutores e cursos preparatórios Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário
Atividades presenciais em creche e escola de ensino infantil Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário
Atividades presenciais em escolas de ensino fundamental Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário
Atividades presenciais em escolas de ensino médio Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário
Atividades presenciais em escolas de ensino superior e centro de formação profissional Segunda-feira a sábado, sem restrição de horário
Clubes de serviço, de lazer, sociais, esportivos e similares Diariamente, sem restrição de horário
Parques de diversão e parques temáticos licenciados para essa finalidade ou mediante licenciamento específico Diariamente, sem restrição de horário
Cinemas Sem restrição de horário, inclusive para os cinemas no interior de shopping centers
Museus e galerias de arte Diariamente, sem restrição de horário
Teatros, shows e espetáculos com público sentado, em propriedade pública ou privada, com assentos fixos já licenciados para esta finalidade ou outros espaços mediante licenciamento específico Horário licenciado
Feiras, exposições, congressos, seminários e eventos corporativos, em propriedade pública ou privada licenciadas para essa finalidade ou mediante licenciamento específico Horário licenciado
Eventos sociais em propriedade licenciada para essa finalidade, mediante comunicação com dois dias úteis de antecedência para o e-mail sufis@pbh.gov.br, conforme portaria que dispõe sobre protocolo específico para o setor Diariamente, sem restrição de horário
Eventos sociais em espaços não residenciais não licenciados para esse fim, mediante licenciamento específico Diariamente, sem restrição de horário
Jogos de futebol profissional Diariamente, sem restrição de horário
Espetáculos circenses em propriedade pública ou privada licenciadas para essa finalidade ou mediante licenciamento específico Horário licenciado

Todas as atividades autorizadas a funcionar e os respectivos protocolos podem ser consul

Limite da receita do MEI tem aumento aprovado no Senado

Limite da receita do MEI tem aumento aprovado no Senado  O plenário do Senado aprovou um projeto de lei complementar (PLP 108/2021) que aumenta R$ 130 mil a receita bruta anual permitida para o enquadramento como microempreendedor individual (MEI). Atualmente, o limite de faturamento do MEI é de até R$ 81 mil. De autoria do senador Jayme Campos (DEM-MT), a proposta teve como relator o senador Marcos Rogério (DEM-RO). Foram 71 votos favoráveis e nenhum contrário. O texto segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta amplia de um para dois o número de empregados que podem ser contratados pelo microempreendedor. Os funcionários só podem receber, no máximo, um salário-mínimo ou o piso salarial da respectiva categoria profissional. Para os casos de afastamento legal de um ou de ambos empregados do MEI, será permitida a contratação de empregados em número equivalente aos que foram afastados, inclusive por prazo determinado, até que cessem as condições do afastamento, na forma estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

De acordo com dados oficiais citados na justificativa do projeto, até o final de 2020, existiam 11,2 milhões de MEIs ativos no Brasil, correspondendo a 56,7% do total de negócios em funcionamento. A principal vantagem do enquadramento como MEI é a possibilidade de pagamento de carga tributária reduzida, por meio de um sistema de recolhimento único, o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), de valor fixo, inferior às alíquotas do Simples, que incidem sobre a receita bruta e são progressivas conforme a faixa de faturamento.

“A redução de receitas decorrente da conversão em lei desse projeto foi estimada pela consultoria de orçamento, fiscalização e controle do Senado em R$ 2,32 bilhões para o ano de 2022, R$ 2,48 bilhões para 2023 e R$ 2,64 bilhões para o ano de 2024, conforme expresso na justificação do projeto de lei”, afirmou o senador Marcos Rogério (DEM-RO).

(fonte: Mixvale)

Microempreendedores individuais podem regularizar dívidas até o fim do mês

Os microempreendedores individuais (MEI) que estão devendo impostos poderão regularizar suas dívidas até o final deste mês. A situação pode ser resolvida pelo pagamento dos débitos, utilizando o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), ou parcelamento, que deve ser feito até o dia 31 de agosto de 2021, informa a Receita Federal.

Receita lembra que tanto a emissão do DAS para pagamento quanto a realização do parcelamento podem ser efetuadas diretamente no Portal do Simples Nacional. O DAS também pode ser emitido pelo aplicativo MEI, disponível para celulares Android ou iOS.

A partir de setembro, a Receita Federal encaminhará os débitos apurados nas Declarações Anuais Simplificadas para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei) não regularizados para inscrição em dívida ativa. Essa dívida será cobrada na Justiça com juros e outros encargos previstos em lei, alerta o Fisco.

Com a inscrição em dívida ativa, o MEI deixa de ser segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), tem o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado, é excluído dos regimes Simples Nacional e Simei pela Receita Federal, estados e municípios e tem dificuldade na obtenção de financiamentos e empréstimos.

Se o microempreendedor não regularizar sua situação, o registro da dívida previdenciária (INSS) e demais tributos federais serão encaminhados à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) para inscrição em Dívida Ativa da União, com acréscimo de 20% a título de encargos.

A dívida relativa a Imposto Sobre Serviços (ISS) e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) serão transferidas ao município ou ao estado, conforme o caso, para inscrição em Dívida Ativa municipal ou estadual, com acréscimo de encargos de acordo com a legislação de cada ente da federação.

Os débitos em cobrança podem ser consultados no PGMEI (versão completa), com certificado digital ou código de acesso, na opção “Consulta Extrato/Pendências > Consulta Pendências no Simei”. Essa opção também permite a geração do DAS para pagamento.

A Receita lembra que, após a inscrição em Dívida Ativa, o recolhimento do débito de INSS deverá ser feito em DAS DAU (documento específico para Dívida Ativa da União), enquanto o de ISS e ICMS, diretamente em guia própria do município ou estado responsável pelo tributo.

(fonte: CNN)

 

 

Funcionamento do comércio lojista no feriado de 15 de Agosto: Assunção de Nossa Senhora em BH

FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO LOJISTA NO FERIADO DE 15 DE AGOSTO – ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA, EM BELO HORIZONTE
 
O SINDILOJAS BH informa que o comércio lojista poderá convocar seus empregados para trabalhar no feriado municipal de 15 de agosto de 2021, domingo (Assunção de Nossa Senhora), em Belo Horizonte.
 
O trabalho neste feriado somente será permitido para as empresas do comércio que estiverem em dia com a Taxa de Convenção Coletiva dos dois últimos anos, devida ao SINDILOJAS BH, e de posse do Certificado de Regularidade (Cláusula 45ª da CCT).

O Certificado de Regularidade deve ser obtido junto ao SINDILOJAS BH através dos telefones (31) 98883.0199 ou e-mail qualidade@sindilojassbh.com.br.

Botão---Feriado
 
Os horários de funcionamento do comércio lojista em Belo Horizonte neste feriado são os seguintes, nos termos do Decreto Municipal 17.646, de 2 de julho de 2021:
 
Comércio de rua: entre 9h e 20h
Atividades autorizadas em funcionamento no interior de galerias de lojas e centros de Comércio: entre 9h e 20h
Atividades autorizadas em funcionamento no interior de shopping centers: entre 10h e 21h
Neste feriado, a jornada de trabalho dos comerciários em shopping center será de 6 horas. Para os demais empregados, a jornada será de 8 horas

Dia dos Pais traz alívio às lojas, mas problemas da pandemia persistem

O Dia dos Pais parece ter levado algum alívio às lojas. Nabil Sahyoun, presidente da Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), diz que os números oficiais da entidade sobre as vendas para a data saem nesta semana, mas o resultado, se comparado com o ano passado, no meio da crise, deve alcançar um crescimento de ao menos 20%.

“A aceleração das vacinas tem ajudado a aumentar as visitas ao shopping. Temos uma demanda reprimida por tanto tempo que as pessoas ficarem dentro de casa, e a semana do Dia dos Pais, com certeza, trouxe bons resultados”, afirma.

Para Sahyoun, apesar do avanço do comércio eletrônico no último ano, a cultura de consumir em shopping vai voltar à atividade normal, porque o número de frequentadores tem subido gradualmente nas últimas semanas. A volta da operação presencial nos escritórios vizinhos aos shoppings deve impulsionar o fluxo na hora do almoço.

“Acreditamos que, no último trimestre do ano, vamos estar com 80% a 90% da capacidade que tínhamos antes da pandemia”, diz o presidente da Alshop.

Fernando Kherlakian, da rede de moda Khelf, diz que foi um bom sábado (7) de vendas para o Dia dos Pais. “Mas o rastro dos problemas causados pela pandemia ainda é muito presente”, diz.

Nos restaurantes, o aquecimento é menor do que no Dia das Mães, que é a segunda melhor data do ano depois do Dia dos Namorados, segundo Paulo Solmucci, presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes). “O Dia dos Pais eleva o movimento dos restaurantes em 30% a 50%”, afirma.

(fonte: O Tempo)

Senado aprova novo Refis, que parcela dívidas em 12 anos e perdoa juros e multas

O Senado aprovou nesta quinta-feira (5) o novo programa de renegociação de dívidas para devedores da União com previsão de perdoar até 90% de juros multas e o parcelamento em até 12 anos dos débitos de natureza tributária e não tributária. A proposta vai à Câmara.

Segundo o parecer do relator, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), o prazo de adesão vai até 30 de setembro. Poderão ser pagos ou parcelados os débitos vencidos até o último dia do mês anterior à entrada em vigor da lei. As parcelas terão valores reduzidos nos três primeiros anos.

A possibilidade de renegociação será oferecida a pessoas físicas e empresas, inclusive àquelas que se encontram em recuperação judicial e submetidas ao regime especial de tributação.

De autoria do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o projeto foi apresentado ainda em 2020. Pacheco argumenta que os efeitos da pandemia demandam a criação da medida.

O Ministério da Economia se manifesta de maneira contrária ao projeto. Embora o próprio ministro Paulo Guedes (Economia) tenha sinalizado apoio a um projeto de renegociação de dívidas tributárias, membros da pasta afirmam que o programa não poderia ser tão amplo.

O ministério é contrário em especial a um programa que permita a renegociação de dívidas para quem não foi afetado pela crise da Covid-19 ou para quem lucrou durante o período.

Ainda não há uma projeção da pasta sobre o impacto fiscal decorrente do texto, mas já se fala que deve ser grande e que representa mais uma bomba a estourar nas contas públicas -que estão em déficit desde 2014.

Líder do governo no Senado, Bezerra defendeu a iniciativa e disse que ela “irá oportunizar aumento significativo da arrecadação imediata de recursos aos cofres públicos”.

“É inegável, portanto, que a reabertura do prazo de adesão ao programa irá injetar, em período curto, significativos recursos nos cofres públicos, decorrentes da adesão maciça dos devedores”, afirmou.

As empresas que aderirem ao programa terão modalidade de liquidação diferente conforme a queda de faturamento registrada entre os períodos de março a dezembro de 2020 em comparação com o período de março a dezembro de 2019. Quanto maior a queda de faturamento, melhores serão as condições de pagamento da dívida.

A proposta determina que as condições benéficas de pagamento sejam oferecidas às empresas que tiverem queda de faturamento igual ou superior a 0%, 15%, 30%, 45%, 60% ou 80%.

Aquelas que não perderam nada, por exemplo, deverão pagar pelo menos 25% do valor da dívida consolidada, sem reduções, em até cinco parcelas mensais, entre setembro de 2021 e janeiro de 2022. Outros 25% poderão ser quitados com a utilização de créditos de prejuízo fiscal e de base de cálculo negativa da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido).

Já as que tiveram queda de 80% no faturamento vão pagar de entrada apenas 2,5% do valor da dívida consolidada, também divididos em cinco vezes, e terá o direito de liquidar até 50%do restante com a utilização de créditos próprios de prejuízo fiscal e de base de cálculo negativa da CSLL.

Também estão previstos descontos de 65% a 95% de juros e multas e de 75% a 100% de encargos e honorários, de acordo com a faixa.

O texto oferece às empresas com patrimônio líquido negativo as mesmas condições de quem teve queda de faturamento no patamar de 15%.

Para as pessoas que tiveram redução de rendimentos tributáveis na declaração de rendimentos igual ou superior a 15% no ano-calendário de 2020 em comparação com o ano-calendário de 2019 o percentual de entrada será de 2,5%.

As que não enfrentaram a perda de rendimentos mencionada é destinada à modalidade de pagamento menos benéfica, com entrada de ao menos 5% do valor da dívida e descontos um pouco menos expressivos.

Em todos os casos, após o pagamento da entrada, o uso de prejuízo fiscal ou de base de cálculo negativa da CSLL e a incidência de descontos, o saldo remanescente poderá ser quitado em até 144 meses.

Os débitos que forem incluídos no programa não poderão fazer parte de qualquer outra modalidade de parcelamento por 12 anos.

(fonte: O Tempo)

25 eventos online para empreendedores que acontecem nesta semana

Muitas associações e empresas estão organizando eventos online para empreendedores e pequenas empresas que estão precisando se reinventar na pandemia, seja para auxiliar na criação de novos negócios, ou para melhor gerenciar uma companhia já existente. Para facilitar a busca para quem procura atividades online, o Sindilojas preparou uma lista de eventos e cursos que vão acontecer ao longo da semana.

Confira a lista de eventos empreendedores da semana

1-Aquário Pense como um futurista: Por que essa competência é fundamental para os líderes de hoje?

Quando: 03 de agosto, às 19h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link

O evento tem como objetivo trazer pensadores que expliquem por que pensar futuros é fundamental para a sobrevivência das empresas de hoje e uma necessidade para os líderes da nova economia. Também vão falar como estimular essa habilidade nas equipes.

2 – FOCO Empreenda

Quando: 5 de agosto, às 19h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link

Organizado pelo Grupo Salus, holding de saúde, bem-estar e estética, o evento trará dicas para quem quer abrir o próprio negócio ou investir em franquias. Setores em aceleração, melhores investimentos, tendências do mercado de franquia e modelos que crescem mais de 200%, mesmo na crise provocada pela pandemia, serão alguns dos assuntos tratados durante os painéis, que contarão com a participação de Luiza Helena Trajano, Thiago Nigro, Sônia Hess e Leonardo Torloni.

3 – Revolucionando a aquisição de clientes

Quando: 5 de agosto, às 19h
Custo: gratuito
Inscrições: não é necessário se inscrever. Transmissão pelo Instagram da Escale (@escaledigital).

A Escale, startup de costumer acquisition, que otimiza a jornada de compra de serviços essenciais, está organizando um bate papo sobre como é possível revolucionar o ciclo de vendas das empresas. A live terá a mediação de Robert Sena, Head de Diversidade e Inclusão da Escale, e a participação especial da Ayana Meyer, da GPM e também trará mais informações sobre o modelo de negócios da empresa.

4 – Comunicação Assertiva – Como falar para conseguir o que você deseja?

Quando: 4 de agosto, às 20h
Custo: para assinantes da plataforma
Inscrições: pelo link

Dados do Todas Group apontam para uma constante que precisa ser mudada: 80% das mulheres, dizem não se sentirem compreendidas por seus superiores. O workshop tem o objetivo de promover e impulsionar o diálogo sobre como se comunicar com assertividade para conseguir o que deseja na vida e na profissão, tema fundamental para quando precisamos tomar decisões difíceis e conseguir tornar o diálogo mais leve.

5 – Jornada da Felicidade

Quando: de 2 a 4 de agosto, às 19h30
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link

O workshop “Jornada da Felicidade” três horas de conteúdo ao vivo no YouTube, direcionado a uma jornada de autoconhecimento, bem estar e desenvolvimento pessoal e profissional, com palestras e interações.

6 – A jornada de transformação da organização de vendas”

Quando: 4 de agosto, às 11h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link

Apresentado pela empresa Korn Ferry, proprietária da Marca Miller Heiman. O encontro, gratuito e online, reunirá executivos de diversas companhias, para debater a necessidade de transformação digital da área comercial e força de vendas. O encontro, transmitido através da plataforma Zoom, trará insights sobre as principais tendências e impulsionadores das empresas que serão bem-sucedidas no mundo digital

7 – Conexxão de Impacto

Quando: 23 de agosto
Custo: gratuito
Inscrições: até dia 8 de agosto, pelo link

O Programa Conexxão de Impacto, criado pelo Instituto Nexxera, oferece 40 vagas para pessoas comprovadamente em situação de vulnerabilidade socioeconômica, que buscam montar ou fortalecer seu empreendimento, seja micro ou pequeno negócio. Os interessados precisam ter mais de 18 anos e podem estar alocados em qualquer cidade do Brasil. Com aulas online, individuais e coletivas, os conteúdos abordam temas que vão desde como vender produtos e serviços, métodos para oferecer um melhor atendimento, até como conseguir boas linhas de crédito para o empreendimento.

8 -Webinar: Fundos de Investimento Imobiliário

Quando: 03 de agosto, das 09h às 10h30
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link

O evento, correalizado pela Brain Inteligência Estratégica, Clube FII e GRI Club, irá apresentar os dados de uma pesquisa inédita, realizada com mais de 1000 investidores, abordando os tópicos: Industrial e Logística: Preços de locação acompanharão a expansão do setor?; escritórios: “mais um ano de pandemia passou. quais as mudanças foram passageiras e quais devem permanecer?”; residencial: “greenfield ou locação? Quais as maiores oportunidades dessa classe de ativos?”; shopping e varejo: “quando voltará a patamares pré-pandemia?” e CRIs: “segmento permanecerá aquecido?”.

9 -HACK FOR GOOD

Quando: 5 de agosto, às 19h
Custo: gratuito
Inscrições: não é necessário se inscrever. Transmissão pelo site e redes sociais do Hackin Rio.

O lançamento oficial da 4ª edição do Hacking.Rio, considerada a maior maratona de programação de desenvolvimento de soluções digitais inovadoras da América Latina vai contar com a participação de alguns convidados especiais. Também durante a live vão ser abertas as inscrições pra competição, que vai acontecer entre os dias 15 e 17 de outubro. A competição entre os “hackers do bem” reunirá as melhores equipes, mentores especialistas e instituições de ensino de todo o Brasil e países de língua portuguesa, que disputarão uma premiação total de R$ 200 mil. Os participantes terão de solucionar desafios relacionados às 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU.

10 – XTalk: Storytelling na Orquestração de Experiências de Marca

Quando: 3 de agosto, às 13h30
Custo: gratuito
Inscrições: não é necessário se inscrever. Transmissão pelo canal do YouTube.

Mediado por Roberto Ribas, CSO da Brivia, o XTalk abordará a importância do storytelling para a conexão da marca com seus públicos e apresentará as melhores práticas de narrativa para a construção de marcas. Para isso, contará com a participação de Fernando Palácios, fundador da Storytellers Brand ‘n’ Fiction e vencedor do prêmio World’s Best Storyteller; Paola Muller, head de Estratégia da Brivia; e David Levy, head de Criação da Brivia.

11 -Final Race da StartupRace

Quando: 3 de agosto, das 19h às 21h
Custo: gratuito
Inscrições: não é necessário se inscrever. Transmissão pelo canal do YouTube.

A competição StartupRace, promovida pela empresa Chiefs.Group, irá selecionar as startups vencedoras no evento on-line Final Race. Nesta fase, as 10 finalistas do programa de aceleração terão que apresentar seus modelos de negócio e responder às perguntas da banca, que será composta por jurados de grandes empresas e associações como Magazine Luiza, Locaweb, BR Angels e WOW Aceleradora. As três primeiras colocadas ganharão 190 mil reais em prêmio. Há, ainda, premiação de uma cesta de benefícios para o top 5 de startups participantes. Além disso, todas as 10 startups presentes na final poderão contar com a dedicação dos executivos da Chiefs.Group no desenvolvimento do negócio e a participação no evento Meet the VC’s, que consiste em um encontro com os Venture Capitals apoiadores da competição.

12 – #papocompina

Quando: 4 de agosto, às 21h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link.

Live com o CEO e fundador da Sevensete, Roberto Pina e a advogada Vanessa Fialdini, sobre a trajetória dela como empreendedora e sobre o mercado das Fintechs. Vanessa é uma advogada com experiência de mais de 20 anos no mercado de meios de pagamento, está junto ao BACEN desde as primeiras Fintechs que surgiram acompanhando todo o processo de regulamentação. A transmissão será via instagram oficial da Sevensete.

13 – Eu, comunicador(a), com Cris Magalhães e Vivi Rio Stella

Quando: 3, 4 e 5 de agosto, das 17h às 19h
Custo: R$450 para os três encontros; ou R$ 600 para os três encontros + uma sessão de mentoria
Inscrições: no site

O evento é destinado a todos os empreendedores que queiram interagir de forma mais autêntica, eficaz e humanizada com diferentes interlocutores, em situações de trabalho ou pessoais. Serão abordados diferentes contextos comunicativos, das reuniões e apresentações corporativas aos vídeos e e-mails. Quem comanda este workshop é a Vivian Rio Stella, doutora em Linguística pela Unicamp e idealizadora e curadora da VRS Academy, ao lado da jornalista com pós graduação em Comunicação Corporativa pela FGV, Cristiane Magalhães.

14 -BugHunt Con

Quando: 2 a 7 de agosto, das 17h às 20h30
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

Pensando em ajudar as empresas brasileiras a diminuírem suas vulnerabilidades e entenderem mais sobre cibersegurança, além de desmistificar a figura do hacker, o BugHunt Con, terá sua primeira edição realizada de 2 a 7 de agosto. Os dias 2, 3 e 4 serão destinados aos caçadores de falhas, que irão competir para encontrar vulnerabilidades em sistemas de empresas. Os primeiros que identificarem as falhas serão recompensados com valores simbólicos em dinheiro de acordo com a maturidade de cada uma, classificadas em baixa, média, alta e crítica. Os valores variam de R$ 50,00 a R$500,00. E, no dia 7, o público interessado na temática poderá acompanhar palestras e painéis sobre o mercado, além do anúncio dos vencedores. De forma gratuita e 100% digital, o evento é organizado pelas empresas BugHunt, Crowsec, UHC Labs e HackingSports.

15 -Saúde, Beleza e Bem-estar: um bom negócio, com Danyelle Van Straten no Sebrae Talks

Quando: 2 de agosto, a partir das 19h
Custo: gratuito
Inscrições: não é necessário se inscrever. Transmissão pelo canal no YouTube

O segmento de saúde, beleza e bem-estar foi um dos mais afetados pela restrições da pandemia fazendo com que muito pequenos e médios empreendedores do segmento tivessem que buscar alternativas para se manter ativos. Para falar mais sobre esses impactos, como os empresários devem agir diante de uma cenário desfavorável e apresentar argumentos que fazem do segmento uma boa opção de investimento, Danyelle Van Straten, CEO da Depyl Action e diretora da ABF Minas Gerais, estará presente no evento online do Sebrae Talks MG. O Sebrae Talks é uma iniciativa o público empreendedor encontra vídeos com a participação de profissionais renomados do mercado que compartilham suas experiências e aprendizados com conteúdos exclusivos e apresentam novas possibilidades para a gestão de diferentes negócios.

16 – Webinar: Conectando mulheres, reinventando o futuro

Quando: 4 de agosto, das 19h às 20h
Custo: gratuito
Inscrições: no site

O evento online e gratuito organizado pela Goomer terá 6 speakers mulheres, que vão conversar sobre suas experiências no mercado de trabalho, sobre escolhas da maternidade, colorismo, preconceitos, dificuldades e muitas vitórias. Entre as convidadas estão Elis Asberg, consumer insights da Loft e Mellanie Moura, head de comunicação de dados e analytics no Itaú.

17 – Começando do Zero – Matemática

Quando: 4 de agosto, das 19h às 20h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

O evento online e gratuito organizado pela Goomer terá 6 speakers mulheres, que vão conversar sobre suas experiências no mercado de trabalho, sobre escolhas da maternidade, colorismo, preconceitos, dificuldades e muitas vitórias. Entre as convidadas estão Elis Asberg, consumer insights da Loft e Mellanie Moura, head de comunicação de dados e analytics no Itaú.

18 – Semana Empreender É…

Quando: de 3 a 6 de agosto, às 20h30
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

O Hub.RO, espaço de aceleração de startups e empreendedorismo localizado em Rondônia, inaugurado pela Semente Negócios, empresa de educação empreendedora, em parceria com o Governo do Estado de Rondônia, vai realizar a Semana Empreender é…, quatro dias de aulas onlines e gratuitas sobre as diferentes formas de empreender e as características de um ecossistema inovador. O evento irá reunir nomes como Alexandre Mori, coordenador de Ciência, Tecnologia e Inovação na SEDI do Governo de Rondônia, Victor Hugo Ribeiro, cirurgião dentista de formação e Master em Liderança, Inovação e Gestão pela PUC-RS, Ana Charnizon, consultora de inovação social da Semente Negócios, e Josy Santos, especialista em Negócios Liderados por Mulheres, Diversidade e Inovação.

19 – Enfrentar A limpeza com Zelo

Quando: 3 a 5 e 10 a 12 de agosto, às 13h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

Em parceria com o Sebrae, a Limpeza com Zelo criou este programa com o objetivo de apresentar soluções práticas e alternativas para minimizar os impactos da crise causada pelo COVID-19 aos pequenos negócios. Serão dias exclusivos para os empreendedores terem acesso a consultorias e capacitações gratuitas com uma equipe de especialistas disponível para esclarecer dúvidas e apoiá-los.

20 – Os aprendizados de quem vendeu uma empresa

Quando: 2 de agosto, às 19h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

Um bate-papo aberto com Nicolle Stad, fundadora e CEO da INTI, empresa vendida para a Time for Fun, maior grupo de entretenimento da América do Sul. Descubra como ela preparou a empresa para o Exit e os desafios enfrentados nesse processo. O encontro é uma aula aberta do curso Exit Makers, da Future Dojo, joint-venture de educação da ACE e da Exame.

21 – Papo de CEO da ANPEI

Quando: 5 de agosto, às 16h30
Custo: gratuito
Inscrições: pelo link

A Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI) vai promover, na próxima quinta-feira, 5 de agosto, às 16h30, mais uma edição do Papo de CEO. O evento, que irá debater o tema “A inovação social transformando setores tradicionais da economia”, contará com a participação de Marcos Bicudo, CEO da Vedacit, e, ainda, com a moderação de Christimara Garcia, fundadora da Catalyze Innovations Initiative. Com vagas limitadas, os interessados devem se inscrever até o dia 4 de agosto, gratuitamente.

22 – StartupON 6

Quando: 3 e 4 de agosto
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

O StartupON, inciativa da Associação Brasileira de Startups (Abstartups) para levar mentorias de qualidade a startups que estão na fase inicial está em sua 6 ª edição de 2021. Agora, o evento acontecerá nos estados de Goiânia, Pará e no Distrito Federal, entre os dias 03 e 04 de Agosto. A organização espera impactar 100 pessoas e 30 startups com a ação.

23 – Hub Escola 2021: e o que sobra para o futuro?

Quando: 13 a 18 de setembro. Inscrições abertas
Custo: gratuito – (doações espontâneas)
Inscrições: pelo site

24 – Lançamento online da pesquisa “O Perfil do CFO no Brasil”

Quando: 4 de agosto, às 18h
Custo: gratuito
Inscrições: não é necessário se inscrever. Transmissão pelo link

A Assetz, consultoria especializada em recrutamento para posições de liderança em Finanças, e o Insper, instituição sem fins lucrativos dedicada ao ensino e à pesquisa, lançam uma pesquisa inédita que traça o perfil no Brasil do CFO – sigla em inglês para o cargo de chief financial officer, o principal executivo de finanças das empresas. O material conta com a participação de 128 executivos das maiores empresas do país com convidados especiais: o autor da pesquisa e professor do Insper, Carlos Caldeira, vai abrir o webinar, que contará também com o professor Ricardo Rocha, corresponsável pela elaboração do estudo. Participam também do bate-papo Silvia Vilas Boas, CFO LatAm da Natura&Co e Adalberto Santos, VP de Finanças e IR Officer da Marisa S.A, além de Felipe Brunieri e Guilherme Malfi, sócios-fundadores da Assetz.

25 –Black Friday: o segredo para aumentar as vendas nos marketplaces

Quando: 4 de agosto, das 9h às 18h
Custo: gratuito
Inscrições: pelo site

(fonte: Exame)

Comércio vive otimismo em Belo Horizonte, mas consumidor ainda segura o bolso

Após quase um ano e meio de “abre e fecha” e consecutivos prejuízos, os lojistas de Belo Horizonte estão esperançosos com o segundo semestre deste ano, que terá maratona de datas comemorativas e promete avanço da vacinação contra a Covid-19.

No meio do caminho, porém, o otimismo esbarra no aperto financeiro dos consumidores e na incerteza sobre os rumos da pandemia.

Gerente comercial de cinco lojas de roupas em BH e região, Kennedy Santos, 38, que se vacinou contra a Covid-19 nesta semana, mantém otimismo sobre os rumos da pandemia e a retomada do faturamento, que ele diz ter sido acentuada neste mês.

“Hoje, estamos na nossa melhor fase de vendas desde o começo da pandemia. A recuperação é lenta, mas acontece. Em março, precisamos demitir toda a equipe e, agora, recontratamos, mas com comissão mais baixa, porque o preço de tudo o que compramos aumentou e não conseguimos repassá-lo ao cliente”, diz Santos.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) projeta um crescimento de 4,8% das vendas em 2021 ante 2020, mas ainda inferiores às de 2019, e vê um cenário positivo para os próximos meses, com Dia dos Pais, Dia das Crianças, Black Friday e Natal.

Esse otimismo também é atestado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG): segundo levantamento divulgado ontem, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) chegou a 102,3 pontos, igual dezembro de 2020. Acima dos 100 ele é considerado positivo.

“O varejista precisa do contato pessoal, do fluxo de pessoas, então a possibilidade de manter as portas abertas tende a retomar o otimismo. Também temos o avanço da vacinação, que melhora a perspectiva da manutenção dessa abertura e deixa o comércio mais confiante. A preocupação que fica é com essa nova variante delta do vírus, que causa problemas em países onde se considerava que a pandemia estava controlada”, pontua o economista da Fecomércio MG Guilherme Almeida.

Ele lembra que, no final de 2020, o otimismo também era alto, mas foi barrado pelo recrudescimento dos índices de contaminação nos meses seguintes.

Sócio administrativo de duas lojas de acessórios em shoppings de BH, Bruno Jácome, 39, aposta em um aumento de 10% a 20% das vendas até novembro, antes do Natal, e abriu contratações – agora que os shopping centers podem operar inclusive aos domingos. “Acho que agora vai desmanchar e o comércio não vai fechar de novo”, opina ele.

O presidente da CDL-BH, Marcelo de Souza e Silva, aponta que a total retomada do comércio depende do retorno das demais atividades na capital.

“Se você não tiver a engrenagem toda funcionando, não tem esse retorno tão rápido. O retorno das escolas está devagar, e o setor de eventos volta com dificuldade”, diz.

Desemprego e inflação desanimam consumidores

A perita forense Alessandra Drakoulakis, 49, conta que todos na casa dela mantiveram o emprego durante a pandemia, mas viram o poder de compra minguar com o aumento dos preços.

“Não faço mais compras do mês no supermercado. Eu e muitas amigas estamos vivendo à base de promoções: vou ao mercado quando vejo oferta”, diz.

Segundo a Fecomércio MG, a Intenção de Consumo das Famílias continua abaixo dos 100 pontos e, em julho, foi de 63,7.

“Quando tenho alto nível de desemprego, a renda é inferior e, então, tenho menor orçamento para consumo. Mas as datas que estão chegando têm apelo comercial, como a Black Friday, e emocional, como o Dia dos Pais, e as pessoas compram no impulso”, reflete o economista Guilherme Almeida.