20191125014238_1200_675_-_black_friday

Black Friday em BH: consumidores passam a madrugada em lojas atrás de promoções

Os consumidores de Belo Horizonte acordaram cedo nesta sexta-feira para aproveitar algumas ofertas da Black Friday, dia em que o comércio tradicionalmente “queima” o estoque com preços promocionais dando início às compras de Natal. Na Rua CuritibaCentro da capital mineira, formou-se filas para a abertura das lojas, a maioria de eletrodomésticos, mas essas não chegaram a lotar.

O comerciante José Arnaldo Gonçalves, de 71 anos, aproveitou a abertura das lojas às 6h desta sexta e adquiriu um home theater. “Cheguei 6h mesmo, aqui no Ponto Frio. Paguei R$ 850 à vista no home theater, e ele é R$ 1.210, aí fizeram esse desconto. Ainda devo dar uma olhada em outras coisas, mas estou gostando dos preços”.
Outras lojas, como as de departamento, também “surfam” na ideia das promoções e atraíram muitos clientes. A analista de recursos humanos Karla Daiane, de 29 anos, aproveitou a Lojas Americanas da Rua dos Carijós, também no Centro, para comprar outros produtos.
“Cheguei de madrugada, pois essa Americanas abriu às 22h de ontem (quinta-feira). Acho que vale mais a pena que essas promoções de TV, pois compramos muitas coisas de casa, menores. Estou levando shampoo, cobertores, jogo de cozinha e até leite em pó, foi muito mais em conta, mas tive que dividir. Ainda não tem nada de Natal, só para casa mesmo”, comentou.

No Shopping Del Rey, na Região Noroeste, a tendência pelos cosméticos e pequenos produtos se manteve. O motoboy John Diego Matos, de 21 anos, faz parte do grupo que investiu o dinheiro dessa forma nesta Black Friday.
“Esse trem é enganação, o pessoal compra mais pela quantidade, aí acaba valendo a pena. Optei por essas coisas materiais mesmo, shampoo, desodorante, mas depende, pois tem coisas que valem a pena, já outras não. Minha prima comprou um telefone, de R$ 1400 foi para R$ 900. Aí é vantagem, claro, mas chegamos umas 3h e aproveitamos. Minha compra deu uns 500 conto e acabei parcelando”.
Ao todo, 15 lojas abriram na virada de quinta para esta sexta-feira no Del Rey. Lojas como Americanas Rede estiveram lotadas e com grandes filas, enquanto as de eletrodomésticos não atraíram grande número de clientes. Seguindo a linha de gastos em lojas de produtos variados, está o empresário Marcos Vinícius Barroso, de 47 anos.
“Todo ano fazemos uma cesta de Natal aos funcionários, aí viemos comprar esses produtos para compor a cesta, coisas mais supérfluas, essa foi minha Black Friday. A compra de Natal nós já fizemos, com uma viagem em novembro mesmo. Não vou comprar mais nada nessa Black Friday, pois vejo que é muita especulação quando, na verdade, somente alguns itens pontuais que são bons”, explicou o gasto.
No BH Shopping, na Região Centro-Sul de BH, a Lojas Americanas também abriu mais cedo e atraiu milhares de pessoas, mais do que as tradicionais lojas de eletrodomésticos. Entretanto, outro estabelecimento chamou atenção pela fila na porta antes da abertura, às 9h.
A loja Artwalk aproveitou a Black Friday para relançar alguns modelos de tênis a preços promocionais. Os favoritos foram o Air Jordan 1 High “Bloodline” e o Adidas Yeezy Boost 350 V2 “Black”, tênis comprado pelo estudante Gabriel Martins, de 16 anos.
“É o primeiro relançamento desse tênis aqui no Brasil, e ainda mais com esse preço de R$ 1200. Aí vim aproveitar, peguei o meu e vou passar um outro que comprei, pois antes do reestoque o tênis estava por R$ 2100, por aí. Aí vim muito pelo preço. Até achei outras coisas legais no desconto, o próprio Jordan, mas pela oportunidade e pela grana achei melhor fazer desse jeito”, explicou.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *